quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Quase mito(II)

A boca de baco
É enganosa:
O vício confunde-se
Com a prosa

(Cris de Souza)

7 comentários:

  1. A sua pena está sempre criando e inventando uma verdade!
    Beijo, caríssima!

    ResponderExcluir
  2. E Baco tem uma boca gostosa...inspira versos como estes. Andas afiadíssima, Bela: adorando...
    Beijos,

    ResponderExcluir
  3. De mito não tem nada! É pura verdade, nua e crua! :D

    ResponderExcluir
  4. Baco rima com boca: poeticamente, etilicamente, gustativamente...

    ResponderExcluir
  5. quem avisa ambíguo é...

    beijo,cristalina!

    ResponderExcluir
  6. quem tem Baco, vai a Roma.

    Beijos, Cris!

    ResponderExcluir
  7. quero fartar o meu coração de enganos, baco-homem, quase deus.

    beijo, diva-poema!

    ResponderExcluir

Viajai-vos!