quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Seresta

Se de dia
Era amor

Se de tarde
Era tecido

Seria à noite
Amortecido?

(Cris de Souza)

7 comentários:

  1. Talvez seja apenas silêncio!

    Bela trama, cristalina!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Só os lábios avivados
    hão de saber...
    Beijo, caríssima!

    ResponderExcluir
  3. Tecido e amortecido. Teria sido o amor?????

    Beijos, maquinista do trem da lira!

    ResponderExcluir
  4. Poderia amor ter sido! Sim, poderia...

    Beijos, bela!!

    ResponderExcluir
  5. Um poeminha enigmático e delicioso, Cris querida!

    Beijo beijo

    ResponderExcluir
  6. sempre vejo nas entrelinhas, o amor tecido.

    ResponderExcluir

Viajai-vos!