segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Horário de versão

De agora em diante
Adianto o óbvio:
Prefiro ampulheta
A relógio

(Cris de Souza)

5 comentários:

  1. E quem diria o contrário?

    Beijo pra você, Cris

    ResponderExcluir
  2. Bravo, Cris! Tempo de poeta é mais de areia, mesmo, e dar um chute nesse horário de verão! rs

    Beijos,

    ResponderExcluir
  3. Escorrer pelo tempo que for... Melhor que andar em círculos!

    Maravilha de versão! Beijos, poetaça cristalina!

    ResponderExcluir
  4. E por óbvio
    não adianto relógio,
    pois uma andorinha só não faz,
    verão.

    Beijos, caríssima!

    ResponderExcluir
  5. e cai areia nos olhos
    do tempo


    beijo

    ResponderExcluir

Viajai-vos!