segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Prelúdio ao Sonho

silêncios d' água
afogam
boca a boca


(Cris de Souza)

4 comentários:

  1. serão eternas e milagrosas as lágrimas
    (ou águas de outras fontes escondidas).

    carinhoso beijo.

    ResponderExcluir
  2. É possível ler umas dez vezes um terceto breve? Foi o que fiz em silêncio. Nesse prelúdio há tantos andamentos!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. A água jorrava em cascata. Ao contemplar as quedas das águas tomei o sonífero e as águas se tornaram silenciosas. Tive um sonho, sua boca matou a minha sede. Uma sede de viver.

    ResponderExcluir
  4. Cris, Cris... você não existe!

    ResponderExcluir

Viajai-vos!