quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Imprevisto

Resumo da ópera:
Alma em ária
Corpo em cólera

(Cris de Souza)

8 comentários:

  1. tão ritmado e cristalino que serena cólera!

    Lira genial!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. desses naturais espantos quando se lê uma poeta genial...

    ResponderExcluir
  3. Este é um imprevisto que encanta...
    beijos, Caríssima!

    ResponderExcluir

  4. E essa originalidade que me encanta!?

    Beijos,
    Tânia

    ResponderExcluir
  5. quiasma perfeito sobre essa flor que todas as primaveras disputam: tu.

    beijos, cris-tal!

    ResponderExcluir

Viajai-vos!